Menu
PortuguêsLanguage select dropdown
  • English
  • 简体中文
Visite-nosInscreva-se
Menu bar
Language select: globe
  • English
  • 简体中文
  • Página inicial
  • OPEN.ed
  • Despertar interesse e desenvolver habilidades: como alunos prosperam por meio da aprendizagem baseada em projetos

Despertar interesse e desenvolver habilidades: como alunos prosperam por meio da aprendizagem baseada em projetos

Anne Baldisseri, Head of Primary Division, Avenues São Paulo

Há muitos anos, quando era professora de ciências, dividia a turma com uma professora de matemática. Um dia, cheguei mais cedo e assisti o final da aula de matemática do 3rd Grade sobre geometria e, especificamente, a área das formas. Os alunos estavam calculando a área de quadrados e retângulos na lousa.

Mais tarde naquele dia, dei uma aula de ciências para os mesmos alunos. O tema era a resistência do ar. Perguntei a eles qual pedaço de papel chegaria ao chão primeiro: um pedaço liso ou um pedaço menor dobrado muitas vezes. Me empolguei ao lembrar que eles haviam acabado de estudar sobre o cálculo de áreas em matemática. Desenhei os pedaços de papel na lousa e perguntei o que eles percebiam. Eles disseram que um dos retângulos era menor que o outro. Então perguntei se poderiam calcular suas áreas.

Para minha surpresa, ninguém na sala soube me responder! Eles não pensaram que poderiam aplicar o conceito de área da matemática a formas de ciências. Era como se os nomes das disciplinas fossem mais importantes que o que era ensinado nelas.

Mentalidade flexível e compreensão profunda

Naquele dia, tive uma epifania sobre o quão crítica é a abordagem interdisciplinar para a aprendizagem e a compreensão. Desde então, tenho estudado o máximo possível sobre como tornar a aprendizagem significativa para que a compreensão dos estudantes vá além de apenas saber algo. A aprendizagem baseada em projetos (PBL) se dá a partir da aprendizagem interdisciplinar, encorajando os alunos a pensar além das disciplinas para que façam conexões entre matemática, ciências, idiomas e World Course.

Quero que os alunos pensem sobre novas informações usando o contexto de experiências anteriores e apliquem o que sabem às disciplinas acadêmicas. A definição de compreensão de David Perkins resume isso bem: “Compreensão é a habilidade de pensar e agir com flexibilidade a partir do que se sabe”.

Interesse autêntico para alcançar objetivos

Na aprendizagem baseada em projetos, o ensino é autêntico, intrinsecamente motivado e guiado por objetivos. Em vez de uma infinitude de tarefas com parâmetros predeterminados, os professores criam projetos que despertam o interesse dos alunos e perseguem objetivos de aprendizagem bem definidos. Esses objetivos incluem o desenvolvimento de habilidades e conhecimentos específicos.

Conforme os alunos avançam nos projetos e alcançam esses objetivos, com frequência terão grandes perguntas essenciais que aprofundam ainda mais seu interesse e sua compreensão. A partir da curiosidade natural das crianças, a aprendizagem baseada em projetos as motiva a alcançar os objetivos e a entender as conexões entre as disciplinas, suas ideias e o mundo ao seu redor.

Transferência significativa de habilidades e resolução de problemas

A aprendizagem baseada em projetos é muito diferente da aprendizagem e memorização mecânicas. Projetos são motivadores incríveis para aprender e praticar habilidades de leitura, escrita e matemática. As habilidades que alunos desenvolvem neles se tornam parte de como abordam problemas, resultando em uma transferência significativa –– uma prática pedagógica eficaz. Conforme avançam nos projetos, também pensam sobre as diferentes formas de resolver problemas. Assim, entendem que uma mentalidade flexível e disposição para se arriscar são importantes no dia a dia.

Colaboração e conexão

Projetos são uma ótima plataforma para colaboração. Por exemplo, quando trabalham com colegas de outros câmpus da Avenues ao redor do mundo, alunos sentem a necessidade de melhorar suas habilidades de comunicação escrita e oral para colaborar melhor.

Para professores, a concepção de projetos é um processo colaborativo. Professores trabalham juntos para desenvolver, planejar e implementar projetos, incorporando feedbacks dos alunos e de seus colegas. Este processo muito inclusivo garante que professores e alunos estejam autenticamente engajados no processo.

Com a colaboração, projetos se tornam expansivos e ambiciosos. Isso é ótimo, desde tenhamos os objetivos de aprendizagem em mente e que os projetos cumpram alguns requisitos. Na Avenues, todos os projetos devem:

  • Ter objetivos de aprendizagem robustos alinhados ao currículo como definido pelos Avenues World Elements
  • Engajar todos os alunos igualmente: trabalhamos para garantir que todos os projetos sejam relevantes e atrativos para todos os alunos.
  • Demonstrar qualidade e rigor: por meio de um planejamento cuidadoso, projetos são ajustados para garantir o rigor apropriado, assim como oportunidades para que os alunos desenvolvam trabalhos de qualidade.

Um aspecto-chave da aprendizagem baseada em projetos é que os problemas no centro dos projetos evoluem constantemente. Isso acontece porque desenvolvemos o ensino para refletir o mundo além da escola. Quando alunos fazem projetos conectados ao mundo real e alinhados a seus interesses, eles aprendem mais conteúdos, pensam mais criticamente e aplicam aprendizados a contextos novos com mais confiança. Quando crianças sentem que são independentes, competentes e pertencentes a um grupo que aprende e trabalha junto, ficam mais motivadas para brincar, explorar e aprender.

Esta é uma das formas pelas quais cumprimos nosso propósito como educadores, as preparando para “entender e resolver problemas em escala global”.


Anne Taffin d’Heursel Baldisseri é Head of Primary Division na Avenues São Paulo. Anne possui mestrado e doutorado em Zoologia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) e atualmente faz parte de um grupo de pesquisa da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), onde finaliza seu pós-doutorado sobre bilinguismo, leitura e motivação. Anne realiza workshops e cursos em eventos nacionais e internacionais centrados na diferenciação pedagógica e na avaliação formativa, além de cursos a pais e professores a fim de construir uma cultura sustentável de alto desempenho. Antes de se juntar à Avenues, Anne foi Head of Pre-preparatory na St. Paul’s School em São Paulo de 2007 a 2016.

SAIBA MAIS

Carreiras

Encontre seu futuro na Avenues: faça parte de uma equipe que está redefinindo a educação ao redor do mundo.

OPEN.ed

Explore as mais recentes descobertas sobre educação global nos nossos câmpus em três continentes.

Fale conosco

Veja nosso diretório de contatos, incluindo o escritório central da Avenues e nossos câmpus globais.

arrow

Voltar ao topo

Avenues Logo

Escritório central

Saiba mais